Imposto de renda 2021. Tudo o que você precisa saber.

Sabia que a temporada de declaração de imposto de renda já está chegando? Isso mesmo! Já chegou. A Receita Federal, divulgou em fevereiro as novas regras e as principais informações para a Declaração do Imposto de Renda de 2021. 

Listamos aqui tudo o que você precisa saber para declarar:

1 – Auxílio emergencial: As principais mudanças na declaração do IR 2020 é em relação ao auxílio emergencial. Segundo a Receita Federal, todos os valores recebidos do auxílio emergencial são rendimentos tributáveis e devem ser declarados no Imposto de Renda, na ficha Rendimentos Recebidos de Pessoa Jurídica. Além disso, os beneficiários do auxílio que receberam, no ano, mais de R$ 22.847,76 em rendimentos tributáveis terão que declarar o IR e devolver o auxílio emergencial ao governo.

2 – Quem precisa declarar o IR em 2021? A declaração do Imposto de Renda é obrigatória para os brasileiros que tiveram, em 2020, mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis que podem ser classificados como, salários, férias, horas extras, pensões, benefícios do INSS, entre outros rendimentos.

3 –  Quem teve rendimentos tributáveis acima de R$ 22.847,76 e recebeu o auxílio emergencial ou tem algum dependente que recebeu.

4 – Quem obteve receita bruta superior a R$ 142.798,50 com atividade rural.

5 – Quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, superiores a R$ 40.000,00.

6 –  Quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de frutos e assemelhadas.

7 – Quem teve, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00 (trezentos mil reais);

Fique atento para o prazo para declaração do IR 2021!

Em 2021, a declaração do IRPF deverá ser feita entre 1o de março e 30 de abril de 2021 — como nos anos anteriores, são dois meses para acertar as suas contas com a Receita Federal, entre março e abril. 

Para saber mais sobre a Declaração do Imposto de Renda, continue nos acompanhando por aqui ou através das nossas redes sociais, iremos atualizar todas as informações de acordo com as normativas da Receita Federal.

“Mulher, você pode tudo!”

Em alusão ao Dia Internacional da Mulher, O Ceape Brasil em parceria com a Aliança Empreendora oferece formações gratuitas sobre negócios em todo o mês de março.

Atualmente mulheres em todo o mundo estão à frente de negócios que geram emprego, renda e a concretização de sonhos, trazendo transformação para suas vidas e suas comunidades. De acordo com dados do Sebrae de 2020, são aproximadamente 9,3 milhões de mulheres empreendedoras no Brasil, o que representa 34% de todos os donos de empresas formalizados no país. Um grupo que historicamente teve ideias e capacidades silenciadas, mas com muita construção coletiva e individual, busca garantir o seu espaço.

É por esse contexto, e por acreditar na potência do empoderamento feminino, que o Ceape Brasil está apoiando a organização Aliança Empreendedora, que realiza neste mês de março, em alusão ao Dia Internacional da Mulher, a campanha “Mulher, você pode tudo!”, com uma programação de atividades gratuitas para mulheres: bate-papos com referências femininas no empreendedorismo, cursos gratuitos, mentorias de especialistas para empreendedoras de todo o Brasil. Inscrições podem ser feitas durante todo o mês no site: https://evento.aliancaempreendedora.org.br/mulhervocepodetudo

Lina Maria Useche Jaramillo, que é cofundadora e diretora executiva da Aliança Empreendedora, explica a importância de se realizar ações que olhem para as particularidades do empreendedorismo feminino. “Só em 2020 a Aliança apoiou diretamente mais de 15 mil empreendedoras, mulheres que com todas as adversidades do ano somadas aos desafios que enfrentam pelo gênero, buscaram conhecimento para seguir ou iniciar seus negócios, formalizados ou informais. O nosso trabalho é fortalecer isso, levando informação, construindo parcerias com outras organizações, para que cada vez mais esse público encontre apoio para empreender suas vidas e seus sonhos”.

Para Fernando Coelho, Gestor de Marca e Desenvolvimento do Ceape Brasil, investir no desenvolvimento das mulheres empreendedoras é a missão da organização deste 1989.

“Iniciamos a nossa operação oferecendo microcrédito exclusivamente para mulheres com filhos na escola. Hoje mais da metade dos clientes são mulheres, a nossa liderança 51% é feminina. O nosso DNA é feminino e empreendedor”, afirma Fernando Coelho.

As mulheres inscritas na campanha “Mulher, você pode tudo!”, poderão além de acessar os cursos de Educação Financeira, Formalização e Marketing Digital, realizados no âmbito do programa #ElaFazHistória, do Facebook, em parceria com a Aliança Empreendedora e o Tamo Junto, conquistar benefícios exclusivos. Um exemplo é que ao concluir e emitir o certificado do curso ainda em março, em especial, na formação sobre Educação Financeira para Mulheres Empreendedoras, a inscrita é contemplada com uma mentoria para acompanhamento de 6 meses em seu negócio. Serão distribuídas mais de 1.000 mentorias gratuitas com especialistas em gestão, que irão orientar as empreendedoras de acordo com as particularidades e necessidades do seu negócio.

 “A gente entende a mentoria como uma ferramenta fundamental no apoio continuado após a capacitação. Com um mentor ou mentora ao seu lado, a empreendedora tem alguém com olhar voltado para o negócio, acompanhando sua gestão por um período de meses, o que dá segurança, experiência, troca de ideias importantes para esclarecer as diferentes dúvidas que surgem no dia a dia e na gestão do negócio”, Lina.

Bate-papo com mulheres de negócios

Com uma série de lives da campanha “Mulher, você pode tudo!”, transmitida pelos perfis da Aliança Empreendedora e do Tamo Junto – @tamojunto nas plataformas digitais Facebook e Youtube -, as empreendedoras conseguirão refletir e se inspirar e partir de histórias de mulheres que hoje, são personalidades com o empreendedorismo, em como levar transformação e empoderamento para suas vidas e seus negócios.

Serviço:
Campanha Mulher, você pode tudo!
Curso em educação financeira; Formalização; Marketing Digital; Mentoria com especialistas; Bate-papo ao vivo com referências do empreendedorismo no Brasil.
Data: 05 a 31 de março
Inscrições: https://evento.aliancaempreendedora.org.br/mulhervocepodetudo

5 dicas para atender bem o seu cliente.

Essa semana comemoramos o Dia do Consumidor e com isso temos o seguinte questionamento: você sabe atender bem o seu cliente?

Como sempre, muitas pessoas perguntam sobre o que é um bom atendimento e como fazer com que minha equipe de vendas atenda bem o cliente. Por isso, nós preparamos um pequeno guia com 5 dicas que podem alavancar as suas vendas e fidelizar o seu cliente. Afinal, um cliente que sai do seu negócio com um sorriso no rosto, com certeza vai voltar e pode até recomendar o seu produto ou serviço para os amigos e familiares.

Então, já pega a caneta e o bloquinho de notas para anotar nossas dicas.

1 – Seja simpático, sempre tenha um sorriso no rosto.

A primeira dica pode até parecer clichê, mas quando paramos para ouvir a reclamação dos clientes, percebemos que o atendimento mal feito é um fator determinante na hora da compra.

2 – Seu cliente tem algo para falar, sempre. Por isso, escute!

Ouça tudo o que o seu cliente tem a dizer, pois são com essas informações que você cria uma experiência de compra para o seu cliente e oferecer soluções completamente alinhadas às necessidades apresentadas.

3 – Seu cliente merece segurança, portanto, forneça informações seguras.

É bem comum que antes de fechar um negócio, o consumidor tenha o interesse em tirar todas as dúvidas quanto ao produto ou serviço. Por isso, atenda bem, escute o seu cliente e caso ele tenha alguma dúvida, forneça informações seguras e precisas.

3. Passe informações seguras

É comum que antes de fechar um negócio, o consumidor tenha a pretensão de sanar algumas dúvidas e levantar alguns apontamentos ao profissional responsável por atendê-lo. Nesse ponto, se você quer saber como atender bem o cliente, esclareça todas as indagações e anseios apresentados.

4 – Faça o cliente se sentir especial

O seu cliente é especial e ele sabe disso, por isso ele quer ser tratado e recebido da melhor maneira possível. Investir em modelos diferentes de abordagem é uma excelente ideia para fazer com que o consumidor sinta-se especial e bem-vindo. 

5. Invista em tecnologia

O investimento em tecnologia pode ser uma excelente ferramenta para conseguir desenvolver um bom atendimento. Diante de consumidores cada vez mais conectados e digitalizados, é importante disponibilizar possibilidades de atendimento para o espaço virtual.

Agora que você já sabe um pouquinho mais sobre como atender o seu cliente, esperamos que você coloque todas essas dicas na prática.

Continue acompanhando nossa trajetória e todas as dicas nas diversas plataformas digitais.

Ascensão do Empreendedorismo Feminino no Brasil

Shot of two colleagues shaking hands during a meeting at work

Há muitos anos a mulher tem conquistado seu espaço de pouquinho em pouquinho, mas para que o mercado seja igualitário tanto para homens quanto para mulheres, o percurso ainda é grande.

Se pararmos para pensar no quanto já evoluímos quanto sociedade, há 50 anos atrás as mulheres que quisessem entrar no mercado de trabalho, precisavam (quando casadas), da autorização do marido, hoje em dia essa realidade parece muito distante, mas o que vivemos hoje ainda está muito longe do ideal.

Quando trazemos a discussão de gênero no mercado de trabalho, vemos que o Brasil não está tão atrás. Uma pesquisa do SEBRAE mostrou que entre 2001 e 2011, o número de mulheres empreendedoras cresceu 21%, 22% a mais do que o crescimento de homens empreendedores.

Mas, o que de fato é o empreendedorismo feminino e qual é a sua importância?
O empreendedorismo feminino é caracterizado por qualquer atividade empreendedora realizada por mulheres. O empreendedorismo nem sempre é aquele projeto enorme e com vários executivos atrás de uma mesa, ele pode ser também a Dona Ana que vende tapioca na feira do bairro, ou até mesmo a Dona Chica que vende roupas femininas no seu bairro.

Muito mais do que comprar ou vender. O empreendedorismo feminino é uma ferramenta de transformação social, por isso aqui no Ceape Brasil nós abraçamos essa causa e incentivamos mulheres Brasil afora para empreenderem sempre!

Continue acompanhando nossa trajetória e todas as dicas nas diversas plataformas digitais. Para saber mais, solicitar crédito ou entrar em contato é só ligar na nossa Central ou falar com a Mara através do WhatsApp.